Boticário – Quando adentramos um ambiente e sentimos um cheiro, criamos uma memória sobre aquele lugar e o momento que estamos vivenciando. Já se perguntou como tudo aconteceu? 

Vem conhecer algumas curiosidades do fantástico mundo da perfumaria. 

Porque o Nome Boticário?

A palavra ‘boticário’ é derivada de apoteka, que significa um lugar onde o vinho, as especiarias e ervas eram armazenados. Durante o século XIII, passou a ser usado neste país para descrever uma pessoa que mantinha um estoque dessas mercadorias e que vendia em sua loja ou barraca de rua.

De onde vieram os Boticários?

Os boticários de Londres eram originalmente de uma empresa, porém, os mesmos faziam partes de algumas organizações que podiam ser rastreadas, restringindo suas práticas,   mas depois de muita luta e interseções em 1448 se tornaram atacadistas no ramo de especiarias. 

O sucesso no comércio de especiarias e farmácia ia tão bem que logo se tornaram independentes. Em meados do século XVI os boticários que antes trabalhavam apenas com suas especiarias tinham se tornado equivalentes a farmacêuticos e já adentravam as universidades, tornando – se autoridades na medicina. 

Algo que surgiu de simples pilões de ferro, maceração de especiarias e misturas deu origem a remédios, óleos essenciais e derivados, podendo ser  usados em tratamentos de inúmeras doenças. 

Um dos conhecimentos mais antigos do mundo hoje é usado no mundo da perfumaria, aromatização de ambientes e na cura de doenças. 

Os óleos essenciais e as especiarias usadas antes se conservaram em nossa sociedade e até hoje são usados para levantar o astral, trazer mais felicidade a um ambiente, ajudar no cuidado de enfermidades psíquicas e contribuem para deixar o ambiente com essências inesquecíveis

Boticario e o desenvolvimento da Perfumaria moderna
Boticário e o desenvolvimento da Perfumaria moderna