No livro O Perfume, de 1985, Patrick Süskind definiu o aroma como uma identidade. O protagonista, Jean-Baptiste, estava acostumado a passar despercebido por todos. Com o olfato apurado, e obcecado por cheiros, ele descobre que é inodoro e vê no perfume a primeira possibilidade de ser…